Testes Funcionais

A reabilitação de um atleta apresenta diferentes etapas. A progressão desse processo e os critérios para o retorno ao esporte envolvem uma série de fatores. É esperado que ao final da reabilitação o atleta apresente valores normais de amplitude de movimento, força muscular, propriocepção e coordenação, para que possa retornar a prática segura da atividade física.  Usualmente são realizadas mensurações de goniometria, testes de resistência manual, isocinético… Além disso, há alguns instrumentos que permitem ter acesso a funcionalidade como por exemplo questionários e testes funcionais.

Na literatura são descritos testes funcionais na tentativa de “quantificação” da função de membros inferiores. Atletas que sofreram lesão ou alguma intervenção cirúrgica de membros inferiores podem fazer uso desse instrumento como uma forma mais segura de retorno a atividade. É muito comum o retorno precoce ao esporte, muitas vezes antes do tempo e das condições necessárias para a prática da atividade implicando em risco de lesões.

Os testes funcionais não são capazes de identificar uma alteração específica, mas podem ser utilizados para acessar a função dos membros inferiores, que envolve muitas variáveis, como edema, dor, crepitação, controle neuromuscular e estabilidade articular. Esses testes são de fácil e rápida aplicação sendo muito utilizados na prática clínica. Há diferentes tipos de testes funcionais tais como, hop tests, corrida e equilíbrio.

Os objetivos da aplicação de testes funcionais são:

  • Identificar possíveis déficits
  • Prever possível retorno ao esporte
  • Feedback ao paciente

Os hop tests são mais descritos na literatura e têm uma grande aplicação em pacientes que realizaram reconstrução do ligamento cruzado anterior. Estes testes são realizados da seguinte forma:

  1. Figure of eigth hop test – saltos consecutivos com uma perna só mãos para trás realizando uma figura em oito no espaço de 5 metros na maior velocidade possível, realizando duas voltas consecutivas. Marcar o tempo na execução da tarefa.

       2.  Up-down hop test – realizar 10 saltos consecutivos, com uma perna só mãos para trás, em um step com 20 cm de altura. Marcar o tempo gasto na execução da tarefa.

3. Side hop test­– realizar 10 saltos consecutivos, com uma perna só mãos para trás, entre duas linhas com distância de 30 cm. Marcar o tempo.

 

4. Single hop test – realizar um salto com uma perna só mãos para trás atingindo a máxima distância. Marcar a distância atingida.

Todos os testes devem ser realizados por 3 vezes em cada lado, sendo orientado um intervalo de 1 minuto entre cada tentativa. É esperado que o atleta apresente no máximo 20% de déficit em relação ao membro contralateral.

Os testes devem ser realizados em uma fase mais tardia da reabilitação, visando ser uma ferramenta para estabelecer critérios de alta do paciente. Uma ferramenta prática, sem custos e de fácil aplicação.

Ft. Gabriela Borin

Referencia
Itoh H et al. Knee Surg Sports Traumatol Arthrosc. 1998;6(4):241-5

Sobre o autor spallafisioterapia

Spalla Fisioterapia escreveu 78 matérias nesse site.

A SPALLA Fisioterapia é uma equipe com enfoque na área de ortopedia e traumatologia. Nosso objetivo é ser um ponto de referência em reabilitação. Queremos conduzir com precisão nossa missão de promotores de saúde e proporcionar o retorno de nossos pacientes a sua prática esportiva ou ao seu dia a dia no melhor equilíbrio possível.

2 Replies to “Testes Funcionais”

    1. Olá Helena,
      Os testes funcionais são muitas vezes aplicados ao final do processo de reabilitação. Estes são realizados com o intuito de avaliar entre outros fatores o desempenho do paciente em uma determinada tarefa e comparar com seu lado contralateral/não acometido. Dessa forma os testes funcionais podem ser utilizados como critério de alta. Para realiza-los o terapeuta deve avaliar no seu paciente, entre outros, a amplitude de movimento, dor e controle neuromuscular, para realizar os testes de forma satisfatória, sem riscos. Os testes funcionais devem ser aplicados de acordo com os objetivos da avaliação.

      Saudações!
      Equipe Spalla.

Queremos seu comentário...