Prevenção de lesões

A prática de esporte de alta performance aumenta o risco de lesões. A redução desse risco pode contribuir para a prática mais saudável. É portanto essencial que médicos, fisioterapeutas, treinadores e os atletas saibam da importância de se implementar atividades de prevenção dentro da terapia e programas de treinamento, visando a diminuição do número de lesões ou reincidências e aumentando a performance.

A literatura científica recente tem apresentado muitos estudos que abordam programas de exercícios de prevenção, demonstrando bons resultados.  Um estudo de  Van Mechelen et al (1992) propõem um modelo para guiar um programa de prevenção de lesões:


Porém, na literatura mais recente outro estudo (Finch, Caroline 2006) propõe um modelo mais atual considerando outros aspectos relevantes. Este estudo considera que uma base completa para prevenção requer:

  • Compreensão detalhada da etiologia das lesões;
  • Desenvolvimento de intervenções para diretamente viar os mecanismos de lesão identificados;
  • Testes formais dessas intervenções sob condições controladas;
  • Compreender o contexto do esporte e o comportamento individual do atleta no qual a intervenção será implementada;
  • Mudanças potenciais da intervenção considerando esse contexto de implementação;
  • Avaliação dos fatores potenciais associados com a introdução e desenvolvimento de estratégias de implementação para acompanhar a realidade das; intervenções;
  • Avaliação formal de efetividade das medidas de prevenção de lesão dentro do contexto de implementação.

Dessa forma, um primeiro passo para a prevenção de lesões é a implementação de uma pesquisa que garanta que os métodos de prevenção sejam adotados.  Além disso, a literatura faz uma importante consideração, que as pesquisas neste campo devem ser conduzidas no sentido de determinar perfis de lesões, e não simplesmente estudos isolados descritivos.

Esta é uma forma, de se começar a traçar um programa de exercícios preventivos. Observamos na prática clínica, que muitos desse programas são estruturados com base em exercícios de treino sensório-motor, alongamentos, fortalecimentos musculares, estabilização, exercícios pliométricos… entre outros. Nas próximas matérias vamos abordar de forma mais detalhada cada um desses aspectos.

Ft. Gabriela Borin

Referências
Van Mechelen W, Hlobil H, Kemper HCG. Sports Med, 1992; 14 (2): 82-99
Frisch,A ; Croisier,JC; Urhausen,A; Seil,R; Theisen,D. British Medical Bulletin 2009; 92: 95–121
Bahr R, Krosshaug T. Br J Sports Med 2005; 39; 324-9

Sobre o autor Gabriela Borin

Gabriela Borin escreveu 18 matérias nesse site.

Fisioterapeuta graduada pela USP, pós graduada em Fisioterapia Esportiva pelo CETE/EPM/UNIFESP e Mestranda em Ciências pela FM/USP. Estuda Fisioterapia Esportiva e Controle Postural. Atua na cidade de São Paulo.

2 Replies to “Prevenção de lesões”

Queremos seu comentário...