Lesões no Futsal

O Futebol de Salão ou Futsal, como é atualmente conhecido, é um dos esportes mais difundidos em nosso país, sendo praticado por mais de 12 milhões de brasileiros. Além de um grande número de praticantes o Brasil é o maior campeão mundial da modalidade, com seis títulos. Embora ainda não seja considerado um esporte olímpico existe uma forte campanha para que isso ocorra.

O Futsal é um esporte muito rápido. Com muitas mudanças de direções em um curto espaço isso faz com que o contato seja inevitável e que além das lesões atraumáticas também ocorram muitas lesões por traumas direto.

As lesões que ocorrem nesse esporte estão relacionadas a fatores de risco que podem ser classificados em fatores de risco intrínsecos e extrínsecos.

  • Fatores intrínsecos são aqueles que pertencem ao próprio indivíduo, como idade, gênero, déficit de flexibilidade e/ou força muscular, lesão prévia, déficit de controle neuromuscular (propriocepção), entre outras.
  • Fatores extrínsecos são os que não pertencem diretamente ao indivíduo, como tipo de quadra, calçado esportivo, carga de treinamento, biomecânica do gesto esportivo, etc.

Os locais que mais sofrem com as lesões são os membros inferiores, acometendo com maior frequência as coxas, joelhos e tornozelos. Dentre as lesões mais comuns se destacam as musculares, que frequentemente afetam os músculos isquiotibiais (mais comum), adutores, quadríceps (principalmente o músculo reto femoral) e, pouco menos comum, o músculo tríceps sural. As lesões articulares também são muito vistas no Futsal, principalmente os entorses de tornozelo e joelho.

Os goleiros são um caso a parte. Além das lesões acima citadas eles costumam apresentar lesões nos membros superiores, principalmente nos dedos, como lesões capsuloligamentares das articulações interfalangeanas e metacarpofalangeanas e, em menor frequência, lesão de ombro ou cotovelo. As posições de linha não apresentam variações nos tipos de lesões, até porque se trata de um esporte muito dinâmico em que não há um posicionamento fixo e os jogadores mudam de posição a todo tempo.

Dentre os tipos de lesões que ocorrem no esporte (traumáticas e atraumáticas), o fisioterapeuta se faz necessário na equipe não apenas para tratar a lesão ocorrida, mas principalmente para identificar os fatores de risco presentes nos atletas e traçar programas de treinamentos preventivos, que irão mudar de acordo com a fase de treinamento em que a equipe se encontra, a fim de prevenir as lesões que não ocorrem devido a traumas.

A fisioterapia começa na prevenção!!!

Ft. Igor Phillip

Referências:
Confederação Brasileira de Futebol de Salão
Federação Paulista deFutebol de Salão

Fotos: alamuala.co.cripatarragona.org

Sobre o autor spallafisioterapia

Spalla Fisioterapia escreveu 77 matérias nesse site.

A SPALLA Fisioterapia é uma equipe com enfoque na área de ortopedia e traumatologia. Nosso objetivo é ser um ponto de referência em reabilitação. Queremos conduzir com precisão nossa missão de promotores de saúde e proporcionar o retorno de nossos pacientes a sua prática esportiva ou ao seu dia a dia no melhor equilíbrio possível.

One Reply to “Lesões no Futsal”

Queremos seu comentário...