Lesões na Copa N°4: CASO FERNANDO TORRES

Em 18 de abril de 2010, Fernando Torres, jogador do Liverpool, passou por cirurgia no joelho direito. Segundo informações do site do Liverpool e da Federação Espanhola de Futebol, após alguns exames e tratamento conservador na lesão no menisco, os médicos optaram pelo tratamento cirúrgico. Após a intervenção o tempo previsto pela equipe médica era de cerca de seis semanas.

Os meniscos do joelho são estruturas fibrocartilaginosas, sendo suas principais funções a de estabilidade, nutrição e lubrificação da articulação, além da transmissão de forças e absorção de choques. Nas lesões de menisco deve-se levar em consideração a porção e a extensão da lesão no menisco. Basicamente, podemos dividir as lesões em degenerativas e traumáticas. Na lesão degenerativa há uma progressão da lesão no menisco.As traumáticas podem estar relacionadas a algum evento específico, normalmente acometendo indivíduos mais jovens. A partir dessas observações e de exames clínicos mais detalhados, a equipe de profissionais da saúde deve discutir as possibilidades de tratamento. Dentre estes, podemos citar a fisioterapia ou cirúrgico.

TRATAMENTO: No caso do jogador Fernando Torres, optou-se pelo tratamento cirúrgico. Não sabemos especificamente qual o procedimento realizado na cirurgia. Porém, temos a informação que foi previsto o retorno aos treinos após seis semanas. Normalmente, no pós operatório de meniscectomia parcial (retirada de parte do menisco) o paciente já sai caminhando, com carga parcial, através do auxílio de muletas. Porém, em outros procedimentos cirúrgicos o paciente pode ter que usar algum tipo de imobilização e ser mais cauteloso com a descarga de peso. O processo de reabilitação engloba muitos fatores, sendo o fisioterapeuta responsável pela avaliação e utilização dos recursos que dispõe para utilizar em beneficio do retorno ao esporte de forma progressiva e segura à prática do esporte.

Vale lembrar que atletas profissionais têm uma condição que os permitem por vezes um retorno mais rápido. Porém, é sempre preciso que o fisioterapeuta responsável pela reabilitação desse atleta se informe junto ao médico sobre os procedimentos realizados, afim de guiar suas condutas de forma correta, respeitando o tempo de recuperação.

E a Copa chega ao seu final!!! Fernando Torres apesar de não ter demonstrado seu melhor desempenho nos jogos, após um curto período de reabilitação, estava de volta aos campos. Conquistou a vaga na seleção e contribuiu para a inédita conquista da Seleção Espanhola do título da Copa do Mundo de 2010!! Uma grande vitória!

Ft. Gabriela Borin

Referências
Morrissey MC, Goodwin PC. J Strength Cond Res. 2007 ov;21(4):1050-2
Anderson-Molina H, Karlsson H, Rockborn. Arthroscopy 18:183-189, 2002
www.liverpoolfc.tv/
www.rfef.es/
Foto: Quin Rooney
Foto: Reuters

Sobre o autor Gabriela Borin

Gabriela Borin escreveu 18 matérias nesse site.

Fisioterapeuta graduada pela USP, pós graduada em Fisioterapia Esportiva pelo CETE/EPM/UNIFESP e Mestranda em Ciências pela FM/USP. Estuda Fisioterapia Esportiva e Controle Postural. Atua na cidade de São Paulo.

Queremos seu comentário...