Copa 2014 – A Fisioterapia Esportiva tenta garantir o espetáculo

copaFaltam menos de 30 dias para o início da Copa do Mundo 2014 e as 32 seleções participantes já divulgaram as listas de convocados e suplentes. Nomes importantes como Falcão Garcia, Jô e Wilshere são exemplos de atletas têm o tempo como seus maiores adversários  para se recuperarem e estarem prontos para o início da Copa. Dois fatos curiosos que a nós da fisioterapia esportiva chamam atenção são:

1) As lesões ligamentares de joelho são o principal fator de ausência de atletas na Copa;

2) Há vários jogadores na lista de convocados que estão lesionados e grandes nomes do futebol mundial não foram chamados justamente por estarem em recuperação e sem tempo suficiente para tal antes do início da Copa ou das fases finais.

FALCÃO GARCIA (Atacante – Colômbia)

Em janeiro deste ano (2014) o atacante do Mônaco (França) sofreu uma ruptura do ligamento cruzado anterior (LCA) do joelho esquerdo. A lesão aconteceu após uma entrada de Ertek, do Chasselay, clube da quarta divisão, em partida válida pela Copa da França. Após passar por cirurgia ele corre contra o relógio para integrar a seleção colombiana na Copa e seu nome foi incluído na lista. Um dos principais atacantes da atualidade, sua importância é indiscutível na equipe colombiana, apesar da falta de ritmo se chegar a entrar em campo. Atualmente ele se encontra em Portugal e está usando as instalações de fisioterapia do Porto para se recuperar. A previsão inicial era que seu retorno ocorresse somente me julho.

[youtube:https://www.youtube.com/watch?v=_q5lI6Ta9Xk]

JÔ (Atacante – Brasil)

copaNo dia 04/05/2014 o atacante do Atlético-MG, um dos frequentemente convocados por Felipão, deixou o gramado do Independência sentindo dores no joelho direito, em partida contra o Goiás, válida pelo campeonato Brasileiro. Os exames apontaram um entorse com estiramento do ligamento colateral medial e a previsão da equipe médica do clube e da Seleção é de que ele passe por um período de recuperação de duas semanas. Aparentemente não se trata de uma lesão grave e o fato curioso é que Jô estava dentro da fisioterapia quando viu sua convocação:

“Realmente as pernas ficam bambas. Eu estava na fisioterapia, dentro da sala de musculação, vendo naquelas TV’s que tem no alto. Estavam o Marcos Rocha, o Pedro Botelho, o Luan e eu, todo mundo que está se recuperando. Então, quando falaram o primeiro nome do Victor, teve aquela alegria porque é um cara merecedor. Aí, acompanhamos até o final, meu nome foi um dos últimos. Todo mundo ficou feliz, foi aquela festa, todos parabenizando.”

Wilshere (Meia – Inglaterra)

O meia Jack Wilshere é um dos principais jogadores do Arsenal. Em partida amistosa (05/03/14), entre Inglaterra e Dinamarca, o jogador sofreu uma entrada dura do zagueiro Daniel Agger aos 12 minutos do primeiro tempo. O jogador permaneceu em campo, sendo substituído no segundo tempo por conta de dores no pé esquerdo. Exames posteriores constataram uma pequena fratura no osso navicular e prazo estipulado de recuperação foi de 6 semanas.

copa

Infelizmente nem tudo na fisioterapia esportiva pode ser acelerado. É preciso muito critério ao se estabelecer períodos de recuperação, prognósticos e principalmente liberar um jogador para retorno ao campo. Cada atleta responde ao tratamento de uma forma e o acompanhamento criterioso da evolução é importante para garantir o sucesso da reabilitação. Abaixo listamos alguns atletas que não terão chance de recuperação e suas lesões:

Valdes (Espanha) – recuperando-se após ruptura e cirurgia do cruzado anterior no Barcelona;

Arbeloa (Espanha) – recuperando-se de lesão no joelho, não foi convocado e decidiu aposentar-se da seleção espanhola, mas segue no Real Madrid;

Badstuber (Alemanha) – passou os últimos 17 meses tratando uma lesão no cruzado anterior (com recidiva), retornou ao time do Bayern de Munique mas está fora da lista;

Gundogan (Alemanha) – está fora da Copa não terá tempo para se recuperar de uma lesão na coluna cervical, mas já renovou seu contrato com o Borrussia Dortmund;

Strootman (Holanda) – recuperando-se após ruptura e cirurgia do cruzado anterior no Roma;

Townsend (Inglaterra) – passará por cirurgia no tornozelo e sua previsão de recuperação é de 10 semanas no Tottenham;

Walcott (Inglaterra) – recuperando-se após ruptura e cirurgia do cruzado anterior no Arsenal desde janeiro, suas chances de ir a Copa são consideradas mínimas;

Ft. Fernando Cassiolato

Fotos: Reprodução/Premiere FC, Ben Stansall/AFP

Sobre o autor Fernando Cassiolato

Fernando Cassiolato escreveu 31 matérias nesse site.

Fisioterapeuta graduado pela USP, pós-graduado em Fisioterapia Esportiva pela CETE-UNIFESP e Acupuntura pelo IPES. Estuda Fisioterapia Esportiva Preventiva e atua na cidade de São José do Rio Preto.

Queremos seu comentário...