Caso clínico: dor ântero-lateral em coxa e joelho

Dados iniciais: Paciente E.C.A., sexo masculino, 58 anos de idade, bancário, praticante de ciclismo (2 a 3x por semana), queixa-se de dor intensa com característica de queimação em região ântero-lateral de coxa e joelho direitos em repouso e durante atividades diversas (nenhum movimento específico de suas AVD’s reproduz a dor).

Diagnóstico médico: dor neural em membro inferior direito – compressão de raiz nervosa de L4-L5 à direita pelo material cirúrgico invasor do espaço intradiscal adjacente.

Paciente relata início do quadro de dor após pedalar cerca de 10km em “ritmo forte” (SIC). Nega patologias associadas ou lesões ortopédicas recentes.

Antecedente de hérnia de disco L5-S1, com tratamento cirúrgico há sete anos para realização de artrodese no nível lombo-sacral. Sem recidivas dos sintomas desde então.

Avaliação postural: retificação lombar.

Avaliação dinâmica: flexão de joelho direito e extensão de quadril direito limitadas por dor.

Força Muscular: preservada para todos os grupos testados

Testes especiais: Slump negativo, Lasègue negativo, Tensão do nervo femoral negativo.

Palpação: sem dor à palpação de tecidos ósseos; dor à palpação de quadríceps direito.

Conduta: o paciente foi tratado inicialmente com mobilizações articulares nos níveis L3 e L4, (cujos dermátomos correspondem à área da dor), mobilização neural distal de nervo femoral direito e correntes analgésicas, sem apresentar melhora da dor em cinco sessões. A partir da 6ª sessão foram detectados pontos-gatilho de vasto lateral que reproduziam a dor do paciente. Foram tratados com digitopressão local, alongamento leve e indolor e ultra-som terapêutico. A partir da 8ª sessão o paciente encontrava-se sem dores, e o tratamento foi continuado por mais cinco sessões com alongamento de cadeia anterior de membros inferiores e ativação de quadríceps, até a alta do paciente.

Neste caso, podemos observar que a avaliação fisioterapêutica deve ir além do que foi indicado pelo diagnóstico médico, encontrando muitas vezes fatores de risco e alterações biomecânicas que possam interferir no quadro clínico do paciente.

A Equipe Spalla Fisioterapia aguarda você para realizar aqui discussões sobre o caso clínico apresentado. Participe!

Ft. Thaís Bortolini Bueno

Sobre o autor spallafisioterapia

Spalla Fisioterapia escreveu 78 matérias nesse site.

A SPALLA Fisioterapia é uma equipe com enfoque na área de ortopedia e traumatologia. Nosso objetivo é ser um ponto de referência em reabilitação. Queremos conduzir com precisão nossa missão de promotores de saúde e proporcionar o retorno de nossos pacientes a sua prática esportiva ou ao seu dia a dia no melhor equilíbrio possível.

One Reply to “Caso clínico: dor ântero-lateral em coxa e joelho”

Queremos seu comentário...