Bandagem Funcional

As bandagens funcionais estão sendo cada vez mais utilizadas por fisioterapeutas e outros profissionais da saúde e da área esportiva como uma forte aliada no tratamento de atletas e não atletas. No meio esportivo o uso das bandagens tem sido um eficiente método de tratamento e prevenção.

Para a utilização da técnica de bandagens é preciso que o profissional desenvolva habilidades específicas e entenda os princípios que orientam sua aplicação. Por isso é importante que esse profissional tenha um bom conhecimento de anatomia e biomecânica de cada articulação a ser tratada. É preciso entender a conexão da anatomia, mecanismo de lesão, aplicação da bandagem e seu propósito, ou seja, se a bandagem tem como finalidade imobilizar uma articulação, restringir um movimento, ajudar na estabilidade articular, comprimir uma região com presença de edema ou aumentar o estímulo proprioceptivo da articulação. Uma vez o profissional sabendo qual será sua finalidade com a bandagem, ele saberá qual técnica utilizar.

Em geral, as bandagens são mais utilizadas para limitar o movimento excessivo ou anormal de uma articulação que sofreu um trauma ou evitar uma lesão ocasionada por essa instabilidade ou frouxidão ligamentar. Porém, é importante tomar cuidado para não realizar uma bandagem que limite o gesto esportivo de um atleta ou praticante de atividade física.

As bandagens funcionais podem ser utilizadas em lesões causadas por sobrecarga (overuse), como as tendinopatias, fraturas por estresse, síndrome femuropatelar, com o objetivo de ajudar na biomecânica da articulação, re-educar ou melhorar a ação proprioceptiva; em lesões ligamentares agudas, como os entorses de tornozelo, com o intuito de reduzir o edema, proteger as estruturas traumatizadas, manter a congruência articular e permitir o movimento funcional da melhor forma possível; ou lesões em estágio crônico, para uma reeducação articular e proprioceptiva.

Além disso, as bandagens têm uma grande influência nos sistemas nervosos central e periférico, levando a uma melhora da dor do indivíduo. Pickar e Wheeler (2001) especularam que bombardear o sistema nervoso central com aferências sensoriais dos proprioceptores musculares pode, através dos mecanismos gatilhos de dor, reduzir a aferência nociceptiva e, portanto, a dor.

Por isso, devido aos efeitos biomecânicos e neurofisiológicos da bandagem, a mesma técnica pode ser aplicada por razões bem diferentes, em diferentes regiões do corpo e em estágios diferentes da recuperação do paciente após uma lesão.           

Para a aplicação da bandagem é importante que a região a ser tratada seja limpa e se necessário, que seja realizada a retirada dos pêlos para uma melhor fixação do esparadrapo ou do material a ser aplicado. O paciente deve, preferencialmente, estar sentado, atento à aplicação, já que a má postura e falta de atenção podem interferir. O terapeuta deve instruir o posicionamento correto do paciente e da articulação a ser tratada e orientá-lo sempre que necessário.

Após todo o procedimento é importante checar a circulação distal à área aplicada, avaliar a funcionalidade da bandagem, ou seja, se o paciente consegue andar ou correr sem restrições e avaliar os efeitos esperados após a aplicação, tais como, amplitude de movimento e sintomas do paciente.

A equipe Spalla irá realizar um curso de Bandagem Funcional nos próximos dias 31 de março e 01 de abril no Instituto Dr. Osmar de Oliveira.

Clique aqui e saiba mais sobre o nosso curso.

Referências:

David Thompson PT, M Phty – Bandagem Funcional – Aspectos Teóricos

Pickar JG, Wheeler JD. Response of muscles proprioceptors to spinal manipulative like loads in  the anesthetized cat. J Manipulative Physiol Ther 2001.

Powers  CM, Landel R. The effects of patella taping on stride characteristics and joint motion in subjects with patellofemoral pain. Jounal of Orthopeadic and Sports Physical Therapy 1997.

Ft. Ana Carolina Villa-Lobos e Equipe Spalla Fisioterapia

Sobre o autor spallafisioterapia

Spalla Fisioterapia escreveu 78 matérias nesse site.

A SPALLA Fisioterapia é uma equipe com enfoque na área de ortopedia e traumatologia. Nosso objetivo é ser um ponto de referência em reabilitação. Queremos conduzir com precisão nossa missão de promotores de saúde e proporcionar o retorno de nossos pacientes a sua prática esportiva ou ao seu dia a dia no melhor equilíbrio possível.

Queremos seu comentário...